BarreiroDestaqueReportagem

Novo acelerador linear inaugurado no Centro Hospitalar Barreiro Montijo

- publicidade -

O Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, participou esta manhã na inauguração do novo acelerador linear do Serviço de Radioterapia do Centro Hospitalar do Barreiro-Montijo, “uma ambição que tínhamos há muito”, conforme referiu na ocasião.

O processo de aquisição deste equipamento, que custou dois milhões e quatrocentos mil euros, iniciou-se em 2019, “porque o anterior acelerador, que entrou em funções em 2005, estava em fim de vida”, explicou a Directora de Serviços de Radioterapia, Imaculada Maldonado.

As burocracias e a pandemia de covid19 interromperam o processo, e durante este, o Centro Hospitalar esteve a trabalhar apenas com um dos aceleradores, no tratamento de doentes com cancro.

“Do tratamento a mil doentes passamos apenas para 500, por isso hoje é um dia muito feliz para todos neste serviço. Temos lutado muito para terminar este processo” sublinhou também a responsável.

Pedro Lopes, Presidente do Conselho de Administração do CHBM, destacou a capacidade de resposta à comunidade, e a “necessidade de aumentar a capacidade de aumentar e melhorar a oferta nos cuidados de saúde, daí o nosso enorme orgulho no que alcançámos com a aquisição deste acelerador nuclear, e esperamos obter outro até ao final deste ano”.

Segundo Pedro Lopes “este processo mostrou também a resiliência de todos os profissionais nele envolvidos, uma equipa ambiciosa, e que quer mais para o CHBM. Prova disso são os mais de trinta projectos que iremos apresentar ao abrigo do Lisboa 20-30, e que são o reflexo da nossa ambição.”

O Presidente da CA frisou que “a obtenção deste equipamento, que permite melhorar os tratamentos dos nossos utentes, é também uma enorme motivação para os nossos profissionais, que acederam até a alargar o horário de atendimento até às 02h00, com enorme sacrifício pessoal, mas para permitir que mais doentes pudessem receber o tratamento.

Dizem que somos o hospital mais pequeno da península de Setúbal, mas com isto demonstramos que conseguimos chegar mais longe.”

Recordando o cargo que manteve enquanto vice-presidente do Conselho Diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde, Diogo Serras Lopes, referiu que “este acelerador não faz só  parte da história  do CHBM, mas também da ACSS, e sobre ele tivemos muitas conversas e planos.

O Governo tem noção de que é preciso melhorar ainda mais o SNS, mas nos últimos 5 a 6 anos, o investimento tem sido bastante, sobretudo no equipamento pesado, muito dele a necessitar substituição, devido ao fim do seu tempo de vida útil, mas também porque a tecnologia evolui. Não há despesas em saúde, há investimentos.”

DD – Pedro Reis

O momento contou ainda com a presença do Presidente e Vice-presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco e Laura Silveira, respetivamente; do Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa; do Presidente da Assembleia Municipal do Barreiro, André Pinotes Batista; da Deputada ePresidente do Conselho de Administração da Assembleia da República,Eurídice Pereira; doDiretor Executivo do ACES Arco Ribeirinho, Dr. Miguel Lemos; entre outros convidados e profissionais do CHBM.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo