País

Nova regra para bares e discotecas “não vem resolver nada”

publicidade

Isto não vem resolver nada. É uma não resposta e faz com que permaneçam os mesmos problemas no setor. O que diz é que as discotecas têm de continuar fechadas“, disse à  Lusa José Gouveia, da Associação Nacional de Discotecas.

Recorde-se que o Governo implementou a medida de que os bares e discotecas estão obrigados a funcionar com um horário restrito (até às 20h00 na Área Metropolitana de Lisboa e até às 1h00 (com limite de entrada às 24h00) no resto do território) se quiserem reabrir. “Quem achou que o podia fazer já o fez ainda antes desta determinação, mas insisto que no caso das discotecas, pelas suas características, é totalmente inviável. Aquilo que precisamos é de um apoio porque a nossa situação está insustentável”, atirou José Gouveia.

A medida não foi aceite em todo o território nacional. No Porto, o presidente da Associação de Bares da Zona Histórica do Porto, António Fonseca, diz que as regras de funcionamento em moldes de café ou pastelaria são “ridículas”, acrescentando que a “nova possibilidade não é só a questão do horário [limitado até à 01h00], é a limitação de dizer que tem de por mesas na pista. Por amor de Deus, uma discoteca é uma discoteca. As mesas não dançam, nem consomem, nem faturam“.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui