DestaqueMobilidade

Nova empresa de transportes abrange 10 concelhos do distrito de Setúbal

- publicidade -

A empresa de Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), que irá gerir o serviço de transporte rodoviário público na Área Metropolitana de Lisboa (AML), vai entrar em funcionamento a partir de 17 de janeiro, foi hoje anunciado.

Segundo um comunicado da AML enviada às redações «com a implementação da TML, todos os serviços atualmente prestados pela OTLIS (Operadores de Transportes da Região de Lisboa), incluindo a emissão e gestão do Cartão Lisboa VIVA e o tratamento das respetivas bases de dados, passarão a ser assegurados pela TML».

De acordo com a AML, a mudança decorrerá em 17 de janeiro e as condições gerais do cartão Lisboa Viva e a política de privacidade não irão sofrer alterações, com exceção da identificação da nova identidade.

Em dezembro passado, o Conselho Metropolitano de Lisboa informou que o ano de 2021 virá a «ser marcado pelo início da operação da contratualização do novo concurso público de transporte rodoviário de passageiros, pela constituição da TML e pela implementação de uma plataforma tecnológica integradora de serviços e sistemas inteligentes de transportes».

A TML é detida a 100% pela AML e será a empresa que irá gerir o serviço público de transportes rodoviários na área metropolitana.

Os 18 municípios que integram a AML são Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal, Sintra e Vila Franca de Xira.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui