Distrito Setúbal

Nova comissão de utentes contra degradação na Fertagus

publicidade

Um grupo de utilizadores do comboio na Ponte 25 de Abril apresentam nesta quinta-feira uma Comissão de Utentes da Fertagus que promete lutar contra a degradação do transporte ferroviário, devido ao aumento de passageiros após a redução do preço dos passes.

«Houve um aumento de cerca de 40% do número de passageiros após a redução, justa, do tarifário dos passes sociais, mas querem resolver isto de uma maneira indigna, que é tratar as pessoas como gado. Ou seja, pura e simplesmente reduzem o número de lugares sentados nas carruagens», disse à agência Lusa Aristides Teixeira, um dos promotores da nova Comissão de Utentes da Fertagus e antigo presidente da Associação Democrática de Utentes da Ponte 25 de Abril.

Os cerca de 18 comboios da Fertagus, que assegura a ligação ferroviária entre Setúbal e Lisboa, vão circular a partir deste mês com menos cerca de 80 lugares sentados cada, por forma a criar mais espaço em pé, segundo a administradora da empresa, Cristina Dourado, em declarações à Lusa em 26 de dezembro.

«O objetivo da Comissão de Utentes é reagir, criticar e contestar todas as ações da Fertagus que penalizem os utentes, ou apoiar eventuais medidas que sejam positivas», acrescentou Aristides Teixeira, salientando que, «por vezes, os comboios perdem algum tempo nas estações para que sejam assistidas algumas pessoas que se sentem mal devido às condições de transporte, situações que têm vindo a ocorrer em crescendo».

A nova Comissão de Utentes da Fertagus – empresa do grupo Barraqueiro – não se conforma com a atual situação e promete dinamizar ações de protesto dos passageiros que todos os dias se insurgem contra a degradação das condições de transporte no comboio da Ponte 25 de Abril.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios. Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site