Nacional

NOS vai eliminar emails ‘Clix’ e ‘Kanguru’

- publicidade -

A empresa NOS, que comercializa um dos maiores serviços de internet, telefone, televisão e telemóvel em Portugal, vai deixar vários utilizadores sem e-mail, nomeadamente aqueles que utilizam o ‘Clix’ e a ‘Kanguru’, ambos com mais de dez anos.

De acordo com informação publicamente disponível e citada pelo Tugaleaks, a NOS, irá deixar de oferecer serviços para estes e outros domínios onde alguns clientes antigos têm e-mail.

A empresa do grupo Sonae que detém marcas que ao longo dos tempos se forem aglomerando no universo NOS, como é o caso da Kanguru, Clix Oniduo, decidiu assim terminar um serviço de e-mail aos seus clientes mais antigos.

Como tal, a partir de fevereiro de 2020, os clientes com e-mail que acabe em clix.pt, kanguru.pt, mail.pt, oniduo.pt, optimus.clix.pt, oninetspeed.pt, oninet.pt ou mail.optimus.pt, fica a saber que a partir de fevereiro de 2020 vão deixar de ter acesso aos mesmos.

A decisão foi tornada pública em finais de outubro no Forum da NOS e confirmada por fonte oficial da empresa ao Tugaleaks: «esta descontinuação está relacionada com a evolução da própria internet e da dinâmica que a mesma tem vindo a tomar. Os serviços agora descontinuados encontram-se ultrapassados por soluções gratuitas existentes no mercado com mais espaço de storage e mais funcionalidades.»

No Forum da NOS é recomendado mudar para serviços comerciais de outras empresa (Gmail e Hotmail) que, de acordo com a Eletronic Frountier Foundation em 2018 não lutavam por ti caso tenhas algum problema legal (“gag order”, ou ordem para ficarem calados sobre algo em relação a ti por algum tribunal) e que em 2015 não tinham política de retenção de dados e o Google não divulgava pedidos de Governos e Países sobre o utilizadores da empresa norte-americana.

Em relação ao número de pessoas afetadas, fonte oficial confirmou que as «contas de e-mail com atividade nos últimos três meses é inferior a 18 mil contas e destas muitas não têm uma atividade considerada regular, pelo que o número de pessoas afetada é muitíssimo reduzido.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo