Atualidade

Normas de privacidade suspendem algumas aplicações do Messenger e Instagram

O Facebook vai suspender algumas características das aplicações Messenger e Instagram Direct, para cumprir as novas regras de privacidade impostas na Europa, pela diretiva ePrivacy.

A partir de 21 de dezembro, as aplicações de mensagens vão estar sob a diretiva da União Europeia que pretende proteger a privacidade do usuário.


O Facebook vai desativar as pesquisas de chat nos grupos no Messenger, a possibilidade de definir apelidos para amigos na aplicação, a possibilidade de aplicar filtros de rosto nas mensagem diretas no Instagram, entre outros serviços, não divulgados pela empresa.

No entanto, os responsáveis da empresa acreditam que estas funcionalidades vão poder voltar a ser reactivadas rapidamente.

«Ainda estamos a determinar a melhor maneira de trazer esses recursos de volta. Leva tempo para reconstruir os produtos de uma forma que funcione perfeitamente para as pessoas e também cumpra com as novas regulamentações», disse a empresa em comunicado citado pela BBC.

Alguns utilizadores já receberam mensagens a alertar que «alguns recursos não estão disponíveis».


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.