Alcácer do Sal

“Nónio”, o novo Sistema de Transporte Urbano chega a Alcácer do Sal

- publicidade -

A 1 de junho inicia funções o “Nónio”, “o novo Sistema de Transporte Urbano do Município de Alcácer do Sal, que vai permitir a deslocação dos moradores nos bairros limítrofes ao centro urbano da cidade para acesso aos bens essenciais e serviços públicos aí disponíveis”, explica a nota de imprensa do município.

O serviço de transporte conta com “um percurso contínuo, que abrange três zonas, que são percorridas por dois autocarros nos dias úteis, entre as 7h e as 13h, com passagens pelo centro da cidade a cada 30 minutos”, completa.

Conheça todos os circuitos:

“O circuito Este (com 13km) inicia-se no Terminal Rodoviário, rumando depois ao Jardim da Avenida, Tribunal, Foz, Barrosinha, Bairro do Laranjal, Bairro Rio de Clérigos, Centro de Saúde, Largo Luís de Camões, Centro de Emprego, Câmara Municipal, Escola Secundária de Alcácer, Auditório Municipal, Piscinas Municipais Cobertas, Zona Comercial e Cemitério, voltando ao Terminal Rodoviário.

O circuito Sul (extensão de 10,6km) tem início no Terminal Rodoviário e segue em direção aos Bairros do Forno da Cal e da Quintinha, regressando depois à cidade para percorrer o circuito Este, desde o Largo Luís de Camões até ao Cemitério e regressando ao Terminal Rodoviário.

O circuito Norte (com 9,6km) parte também do Terminal Rodoviário, dirigindo-se ao Bairro de São João e, posteriormente, ao Bairro das Majapôas. Regressa ao Terminal (para deixar os munícipes que necessitem de serviços no Centro de Saúde) e cumpre depois o percurso Este, do Largo Luís de Camões até ao Cemitério, retornando ao ponto inicial.”

Preço dos bilhetes:

“O bilhete simples e o diário, assim como os pré-comprados, podem ser obtidos no autocarro. Os bilhetes pré-comprados podem também ser adquiridos na secretaria dos Serviços Técnicos Municipais (edifício da Abegoaria), local onde os passes são solicitados. Os preços a serem praticados são os seguintes: um euro o bilhete simples; 2,50 euros o bilhete diário; quatro euros o pré-comprado de cinco viagens; sete euros o pré-comprado de 10 viagens; 16 euros o passe mensal (simples); 9,60 euros o passe mensal (tarifa social, para a população com mais de 65 anos e com rendimentos mais reduzidos). Os cartões de pré-carregamento custam 0,50 euros e o preço do suporte dos passes (validade de três anos) é de cinco euros.”


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui