DestaqueSetúbal

Museu Oceanográfico inaugurou exposição que mostra a riqueza e biodiversidade do mar da Arrábida

O Museu Oceanográfico do Portinho da Arrábida foi palco da inauguração de uma nova exposição baseada no projeto Inforbiomares e que mostra a riqueza do Parque Marinho Professor Luiz Saldanha.

- publicidade -

O Museu Oceanográfico do Portinho da Arrábida foi palco da inauguração de uma nova exposição baseada no projeto Inforbiomares e que mostra a riqueza do Parque Marinho Professor Luiz Saldanha. Desde o terraço do museu e perante uma paisagem de tirar o folego com a beleza do mar e das praias, foi também lançado o livro “Este Mar é Especial – Parque Marinho Professor Luiz Saldanha”, com ilustrações que demonstram a biodiversidade única do mar desta região.

Segundo Ester Serrão, uma das coordenadoras do projeto Inforbiomares, existem “séculos de dados e mais de duas mil espécies marítimas registadas neste parque marinho, um valor elevadíssimo para uma área bastante pequena. Temos mais de 100 mil registos de ocorrências dessas espécies.

Um dos principais objetivos foi a recuperação de habitats, continuação de recuperação de pradarias marinhas e florestas marinhas de macroalgas e corais. São espécies que se estiverem presentes no ecossistema, servem de refúgio, abrigo, zona de alimentação e reprodução para outras espécies marinhas. É importante que essas espécies estruturantes estejam presentes porque aumenta muito a riqueza desta zona”, disse.

A informação adquirida é agora disponibilizada ao público de uma forma simples, clara e eficiente através do livro e da exposição.

Na cerimónia, o Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos sublinhou o “dia especial, pois celebramos um momento em que se evoca, cada vez mais e de forma merecida, a memória do professor Luiz Saldanha. A exposição evoca a importância deste espaço para o estudo da biologia marítima, para a conservação da natureza e para história da oceanografia em Portugal. É também com muito gosto que me junto a todos para o lançamento do livro “Este Mar é Especial”, da autoria de Rita Abecasis e Margarida Carvalho. Esta publicação está extremamente bem ilustrada, cativa o olho e a atenção”.

O presidente do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Nuno Banza, referiu que “a área do parque marinho está em muito melhores condições do que estava há muitos anos atrás. Só por isso, já ganhamos todos”.

Acrescentou ainda que “o trabalho neste parque começou há muitos anos e tem um programa de monitorização de longo prazo. Esta exposição é a porta de entrada de um património muito mais vasto para que todos ajudem a preservar e a divulgar, de modo a garantir que ela se mantém no futuro com o valor que nos foi confiado para levarmos às gerações futuras”.

Já a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, assinalou a “satisfação com que vemos o espaço do Museu oceanográfico do Portinho da Arrábida com uma nova cara e uma nova dinâmica. Este museu é uma janela com duas dimensões: A dimensão do tempo, através dos registos da nossa história natural, que pode ser vista na importante coleção deste museu, e a dimensão do espaço.

Aqui do terraço do museu, podemos ver a vastidão deste mar, as suas águas tranquilas protegidas pela serra da arrábida e a partir de agora podemos mergulhar, através desta exposição, na riqueza deste mar, da sua biodiversidade e dos seus diferentes habitats marinhos”, disse.

Estiveram também presentes na cerimónia o presidente da Liga da Proteção da Natureza, Jorge Palmeirim, representantes da Câmara Municipal de Sesimbra e Palmela, o Comandante e Capitão do Porto de Setúbal e Sesimbra e a Vice-reitora da Universidade do Algarve.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui