Município do Montijo investe mais de 1 milhão e 750 mil euros nas escolas

Na reunião da Câmara Municipal do Montijo, realizada a 18 de setembro, a vereadora do pelouro da Educação, Maria Clara Silva, fez um ponto de situação das obras realizadas no concelho, no início de mais um ano lectivo e foram aprovados os apoios ao movimento associativo.

0
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: 2 minutos

Na reunião da Câmara Municipal do Montijo, realizada a 18 de setembro, a vereadora do pelouro da Educação, Maria Clara Silva, fez um ponto de situação das obras realizadas no concelho, no início de mais um ano lectivo.

A informação prestada aponta para um investimento municipal total superior a 1 milhão e 750 mil euros nos estabelecimentos de ensino público do concelho.

«No concelho do Montijo, a pausa letiva de Verão é usada para preparar o novo ano, quer seja na melhoria dos espaços, quer seja no melhoramento dos projetos existentes e na elaboração de novas parcerias”, afirmou Clara Silva, enumerando de seguida os principais investimentos no espaço físico das escolas, que totalizaram um valor superior a 831.622 euros.

Nesta verba incluem-se a obra de requalificação da EB Joaquim de Almeida (611.947 euros), a empreitada de trabalhos diversos nas escolas (110.648 euros) e outras intervenções nos equipamentos como aquisição de aparelhos de ar condicionado para as salas e alterações na iluminação interior para melhorar a eficiência energética.

A este valor acresce o investimento de 924.470 euros distribuídos em refeições escolares (528 mil euros); transportes escolares (210 mil euros), onde se inclui o pagamento da totalidade aos alunos do ensino secundário e não apenas 50 por cento como previsto na lei; protocolos para realização do Programa de Atividades de Enriquecimento Curricular (145 mil euros); e os circuitos especiais de apoio à aprendizagem e à inclusão (41 mil e 500 euros).

Acerca da obra em curso na EB Joaquim de Almeida, a vereadora relembrou que o prazo de execução da empreitada é de 270 dias, tendo-se iniciado em março e terminado em dezembro, indicando que foram realizadas reuniões com os encarregados de educação e a direção do agrupamento para informar e tranquilizar pais, professores e educandos.

Segundo Maria Clara Silva, foram também já elaborados e aprovados os protocolos com as diferentes associações de pais para a implementação da Componente de Apoio à Família para os alunos do 1.º ciclo do ensino básico, permitindo assim uma diminuição dos custos, por parte das famílias, associado a este serviço.

Na mesma reunião, foram aprovadas as verbas de apoio ao movimento associativo, com uma verba superior a 70.640 euros para que as associações culturais e desportivas do concelho possam desenvolver as suas atividades durante a época 2019/2020.

O montante mais elevado, 20 mil euros, foi atribuído ao Clube Olímpico do Montijo para o desenvolvimento da prática desportiva na modalidade de futebol nos escalões de formação até aos juvenis.

Por meio de contratos-programa de desenvolvimento desportivo, foram, ainda, aprovadas verbas para o Clube de Ténis do Montijo (1.250 euros), Estrela Futebol Clube Afonsoeirense (9640 euros) e Montijo Basket Associação (3.500 euros), que se destinam a apoiar a prática desportiva destes clubes e, em alguns casos, despesas com eletricidade e instalações.

Através de protocolos de colaboração, a Companhia Mascarenhas Martins irá receber 14.500 euros para o desenvolvimento da sua atividade no âmbito do teatro.

Também na área da cultura, foi aprovado protocolo com a Associação Espaço Cénico Teatral, que atribui uma verba de 5000 euros destinada à produção do espetáculo “A Cantadeira”, que sobe ao palco do Cinema-Teatro Joaquim d’ Almeida, de 27 a 29 de setembro.

Ao Centro de Reformados, Pensionistas e Idosos do Montijo foi concedido um apoio de 16.750 euros para comparticipação no projeto de arquitetura e especialidades para a futura

estrutura residencial para idosos que a instituição pretende construir.

Os contratos-programa e protocolos de colaboração incluem apoios não financeiros que passam pela isenção de taxas e tarifas de equipamentos municipais, a utilização de transportes municipais, a aquisição de troféus e apoio à divulgação.

Todas as propostas foram aprovadas por unanimidade, com exceção da proposta de protocolo com a Associação Espaço Cénico Teatral que teve os votos a favor do PS, a abstenção da CDU e o voto contra do PSD.

Fonte: Câmara Municipal do Montijo

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome