AtualidadeDestaqueNacionalPalmela

Município de Palmela assegura refeições em período de aulas não presenciais

- publicidade -

No contexto da pandemia COVID-19, neste período de aulas não presenciais, o Município de Palmela continua a garantir o fornecimento de refeições a alunos carenciados e em escolas de acolhimento, do pré-escolar e 1.º ciclo da rede pública, no âmbito do Programa de Alimentação Escolar.

O fornecimento das refeições a alunos dos escalões A e B é feito em regime de take away, sendo que os pais e/ou encarregados de educação podem levantar a refeição na escola do seu educando ou noutra que indiquem.

tarot terapêutico

No caso do Agrupamento de Escolas José Saramago (Poceirão), as IPSS – Instituições Particulares de Solidariedade Social locais asseguram a confeção e entrega das refeições ao domicílio. Este apoio excecional deve-se ao facto de este ser um TEIP – Território Educativo de Intervenção Prioritária e uma zona geograficamente dispersa.

O Município garante ainda o acolhimento e fornecimento de refeições a filhos de trabalhadores de serviços essenciais, na rede de escolas de acolhimento (EB Joaquim José de Carvalho, EB 2/3 Hermenegildo Capelo, EB Zeca Afonso, EB 2/3 José Maria dos Santos, EB 2/3 José Saramago, Escola Secundária de Palmela e Escola Secundária de Pinhal Novo).

Atualmente, beneficiam de refeições 170 crianças (41 do pré-escolar e 129 do 1.º ciclo), distribuídas da seguinte forma:

  • Agrupamento de Escolas de Palmela: 40 alunos (2 em escola de acolhimento);
  • Agrupamento de Escolas José Saramago: 55 alunos;
  • Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos: 75 alunos (20 em escola de acolhimento).

Estão ainda a ser fornecidas refeições a 21 alunos dos 2.º e 3.º ciclos da EB José Saramago, que são irmãos de crianças beneficiárias desta medida.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui