Nacional

Morreu Oliveira e Costa vítima de doença prolongada

- publicidade -

Ficou conhecido do público português por ter sido presidente do BPN, o banco que foi nacionalizado em novembro 2008 pelo governo de José Sócrates, e acabou por ser detido por suspeitas de irregularidades que levaram ao colapso e à nacionalização do banco.

Antes fora secretário de Estado dos Assuntos Fiscais do Governo de Cavaco Silva, em 1987, quando Miguel Cadilhe era ministro das Finanças.

José Oliveira e Costa, morreu esta segunda-feira, aos 84 anos de idade, vítima doença prolongada, avança a revista Visão.

O funeral realiza-se na quinta-feira pelas 16h15 na Basílica da Estrela, em Lisboa, de acordo com a informação disponível na página da Servilusa na internet.

Em 2017, o ex-banqueiro foi condenado a 14 anos de prisão pelos crimes de abuso de confiança, burla qualificada, falsificação de documentos, infidelidade, aquisição ilícita de ações e fraude fiscal, tendo sido apenas absolvido do crime de branqueamento de capitais.

Em 2018, viu a pena agravada em mais um ano de cadeia por abuso de confiança, depois de o tribunal se ter esquecido de fixar a pena.

Um ano depois, em outubro de 2019, Oliveira e Costa foi condenado a três anos de prisão pelo crime de fraude fiscal, anteriormente declarado prescrito, mas manteve a pena única de 15 anos a que já estava condenado.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo