Atualidade

Morreu o menino com cancro a quem o Papa telefonou

- publicidade -

Morreu Tomás Vilaça, o menino com sete anos que lutava contra um neuroblastoma, o cancro pediátrico mais letal, e a quem o Papa telefonou a 17 de Março, uma «chamada totalmente inesperada, mas recheada de esperança e alento», conforme contaram os pais na página que criaram no Facebook.

A luta do pequeno Tomás era seguida por milhares de pessoas na página da rede social do Facebook ‘Pelos Sonhos do Tomás’, na qual a família contava o seu quotidiano, que chegou a ir a Barcelona, em Espanha, para realizar um tratamento.

Foi a família quem também anunciou que a saúde do menino piorara, e que pouco restava a fazer, com uma publicação a 12 de Abril, na qual explicavam que «A dor não nos cabe no corpo. Na quinta-feira santa, dia 1 de Abril, em reunião com a equipa clínica do hospital Vall d’Hebron, percebemos que o caminho e a missão do nosso menino está a chegar ao fim.»

Tomás pediu mesmo  para que a sua festa de aniversário, comemorado a 22 de Maio, fosse antecipada para 6 de Maio.

«Assim, houve festa dentro das possibilidades do nosso menino! Cantaram-se os parabéns e o nosso príncipe comeu as suas salsichas favoritas, que a cadeia de hipermercados Continente amavelmente passou a chamar de ‘As salsichas do Tomás’» partilharam os pais.

A notícia foi avançada pelo Jornal de Notícias.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui