Cultura

Morreu Gal Costa, uma das maiores vozes da música brasileira

- publicidade -

Gal Costa morreu na manhã desta quarta-feira. Tinha 77 anos. A cantora havia cancelado os últimos espectáculos até ao final de Novembro – inclusivamente em Portugal – por estar a recuperar de uma operação a um nódulo na fossa nasal direita realizada em Setembro.

Nascida Maria da Graça Costa Penna Burgos em Salvador, na Bahia, a 26 de Setembro de 1945, Gal Costa foi incentivada pela mãe a seguir carreira na música. Já o pai, falecido durante a adolescência da artista, foi uma figura ausente. Gal Costa chegou a trabalhar numa loja de discos na capital baiana até ser apresentada a Caetano Veloso no início dos anos 1960. E a sua vida mudaria para sempre.

Aproximou-se ainda adolescente aos também baianos Maria Bethânia e Gilberto Gil, com quem integraria o grupo conhecido como Doces Bárbaros – também com Caetano Veloso -, responsável mais tarde por um disco definidor da década de 1970. Gal tinha pouco mais de 20 anos quando participou no álbum “Tropicália ou Panis et Circencis”, pedra basilar do movimento tropicalista.

Gal Costa, que conta 31 álbuns de estúdio, o último dos quais de 2021 (“Nenhuma Dor”), foi eleita em 2012 como a sétima maior voz da música brasileira pela revista Rolling Stone Brasil.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *