Cantinho da BicharadaSeixal

Moradora apela a entidades por ajuda a animal esfomeado e acorrentado no Seixal

- publicidade -

O caso foi partilhado por moradores na Aldeia De Paio Pires, concelho do Seixal, com pedidos de ajuda para resgatar um cão que se encontra acorrentado e num estado de magreza extrema, a ser agora alimentado de forma quase clandestina.

«Olá este é o Péres, batizado por mim, porque não deve ter nome como também não tinha comida, água , condições, carinho etc…»

 Segundo a denunciante contou ao Diário do Distrito, o animal está foi acorrentado «supostamente para tomar conta de um pombal que o indivíduo que o acorrentou ali, construiu num terreno baldio, mas que poderá ser de propriedade municipal, na Rua D. Elvina Correia».

«O tipo fez dele um cão de guarda, porque mora a cerca de dois quilómetros do local onde deixa o cão acorrentado e a passar fome.»

Como qualquer pessoa preocupada com o bem-estar animal, tentou alimentar dentro do possível o cão e apresentou denúncias junto de entidades.

«Enviei denúncias para o IRA, o SEPNA ALMADA, o CROA Seixal, à GNR de Paio Pires e ainda à Defesa Animal, com fotos, com um vídeo, identifiquei-me, dei o meu nome morada e o meu contacto, enviei mails e mais mails liguei e liguei e liguei e até agora nada aconteceu em quatro dias.»

Em desespero de causa, partilhou a situação nas redes sociais tentando alertar para o estado em que o animal se encontra.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui