Parceiros
CulturaMontijo

Montijo | Temporada tauromáquica arranca com Corrida da Flor

Estamos precisamente a um mês do arranque da temporada tauromáquica no Montijo, e a contagem decrescente já começou.

O leque de eventos já foi apresentado pela “recém empossada” empresa que ganhou a adjudicação do concurso lançado pela Santa Casa da Misericórdia do Montijo, e que vai vai agora assumir os destinos da agenda de espetáculos (tauromáquicos).


Foto: Gonçalo Gago

A Praça de Touros Amadeu Augusto dos Santos, vai assinalar o regresso da Corrida da Flor que volta a estar em agenda, num evento que marcado para o dia 14 de maio, se insere na 25ª Feira Nacional do Porco.

Esta é apenas a primeira de um conjunto de Grandes Corridas previstas para este ano, e que marca também um novo registo: para além de novo contrato com a empresa “Tertúlia Óbvia”, que guarda uma vasta experiência no setor, representa o regresso das grandes corridas à cidade do Montijo, sendo uma delas a celebração de 35 anos de alternativa de um homem da terra – Luís Rouxinol.

Acrescente-se a Corrida inserida nas Festas Populares de S. Pedro a 2 de julho, e a celebração dos 35 anos de Alternativa de Luís Roxinol. Do leque de toureiros, alguns dos nomes apresentados em cartaz são António Ribeiro Telles, Andrés Romero, João Moura Caetano, Marcos Bastinhas, Mara Pimenta ou Pablo Hermoso de Mendonza, para além é claro, de Luís Rouxinol.

Os Grupos de Forcados também vão fazer parte da festa e da temporada. Em agenda está a participação dos homens da Tertúlia do Montijo, os Amadores do Montijo, Barrete Verde de Alcochete, os Forcados Amadores da Moita, Ribatejo, Cascais e os Académicos de Coimbra.

Ilídio Massacote, Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Montijo, congratulou-se com esta apresentação, e salutou os presentes dizendo que “já tinha saudades de ver a praça com gente”. O objetivo é que esta seja “uma temporada que dignifique o Montijo e a tauromaquia, e coloque a Praça onde ela merece”, disse Ilídio Massacote que acrescentou os desejos “de uma parceria de sucesso, numa terra de tradições e de bem receber”.

Sob o “pretexto” de “ser um palco dinamizador da cidade e de atração de públicos”, o Provedor da Santa Casa apresentou ainda a marca “Montijo Arena”, com o intuito de vir a ser uma referência na cultura local, junto dos montijenses, e sobretudo dos aficionados.

Os representantes da empresa Tertúlia Óbvia estão desafiados com o projeto, e enalteceram a “honra e o orgulho, para além da difícil tarefa no caminho que agora se avizinha”, tendo em conta “que as gentes do Montijo são exigentes e têm fortes ligações tauromáquicas”. O objetivo da empresa, dizem, “é efetivar a referência da praça a nível nacional, e abrir caminhos a nível mundial, e ao fazer contas daqui por dois anos, a cidade e os aficionados, se possam orgulhar do trabalho realizado”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.