CrimeMoita

Moita | Homem agride mulher e agente da PSP com cabo de vassoura

- publicidade -

Um homem de 52 anos, empresário, foi presente esta quinta-feira, a primeiro interrogatório judicial, indiciado pela prática dos crimes de ofensa à integridade física qualificada; um crime de ofensa à integridade física e um crime de ameaça agravada.

«Existem fortes indícios de que o arguido, de 52 anos, empresário, dirigiu-se à ofendida, que andava a passear o cão, iniciando uma discussão, alegando que não podia andar com o cão solto, sem açaime.

De seguida, foi buscar um cabo de vassoura em madeira e desferiu-lhe uma pancada no braço direito.

Ao presenciar os factos, um agente da PSP, pai da ofendida, aproximou-se do local, exibindo a sua carteira profissional.

Ainda assim, o arguido voltou a tentar desferir uma pancada com o cabo de madeira na ofendida acabando por atingir o agente da PSP no antebraço esquerdo

O arguido foi ainda buscar um cabo em metal, desferindo uma pancada com o mesmo, nas costas do ofendido, ameaçando-o de morte.

De imediato, o arguido foi detido pelo ofendido.

O arguido tem antecedentes criminais, tendo sido condenado pela prática de crime de ameaça, de ofensa à integridade física e de violência doméstica, para além de condenações por outros crimes, chegando, inclusive, a cumprir pena de prisão efetiva.

Em consonância com o promovido pelo Ministério Público, o juiz de Instrução Criminal decidiu aplicar ao arguido a medida de coação de apresentações bissemanais no órgão de polícia criminal da área de residência.

A investigação é dirigida pelo Ministério Público da Moita, do DIAP da comarca de Lisboa, coadjuvado pela PSP.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo