Crime

Moita | Casal identificado pelo SEF por suspeita de auxílio à imigração ilegal após buscas em casa

- publicidade -

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) após buscas numa casa no Vale da Amoreira, concelho da Moita, constituiu um casal como arguido por indícios de auxílio à imigração ilegal. Resultando na apreensão de meios informáticos, telemóveis e documentação.

“Foi recolhida prova documental relativa à alegada atividade ilícita praticada por um casal no auxílio à entrada e à permanência ilegal de cidadãos estrangeiros em Portugal, a troco de elevadas quantias monetárias”, explicou o SEF em comunicado.

A investigação que tem a coordenação do Ministério Público da Moita constituiu arguidos uma “mulher, cidadã estrangeira, e o marido, cidadão português, com 55 e 54 anos”.

A prática criminosa decorre desde 2018, “persuadido, através das redes sociais, dezenas de compatriotas a vir para Portugal”, a fim de poderem trabalhar e residir no país, garantindo-lhes ajuda para a imediata legalização.

“Terá, ainda, elucidado os imigrantes a entrar em Portugal como turistas e, com a ajuda do marido, encaminhava-os do Aeroporto de Lisboa para sua casa, cobrando-lhes elevadas quantias pelo transporte, alojamento e despesas alegadamente necessárias para obtenção de contratos de trabalho, abertura de contas bancárias, inscrições nas Finanças e na Segurança Social e demais documentos necessários para a legalização junto do SEF”, completou.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui