Parceiros
Lisboa

Moedas quer receber ucranianos em Lisboa e cria centro de acolhimento provisório 

- publicidade -

Carlos Moedas, presidente da Câmara de Lisboa, quer receber ucranianos que escaparam à guerra e preparou um plano de medidas de apoio.

O plano contempla duas fases, a primeira visa apoiar ucranianos que estavam em Portugal quando espoletou a guerra e não podem regressar.

A segunda visa apoiar refugiados ucranianos e “Lisboa tem de estar preparada antes deles chegarem”, admitiu Carlos Moedas. 

Para isso, anunciou a criação de um centro de acolhimento provisório e para já o refeitório municipal de Monsanto vai estar disponível para dar refeições aos refugiados.

Neste sentido, foram disponibilizadas um endereço de email e uma linha telefónica para ajudar os ucranianos.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário