AtualidadebombeirosDestaqueDistritoViana do Castelo

Mobilizados quatro meios aéreos para o fogo em Ponte de Lima

- publicidade -

Carlos Lima, comandante dos Bombeiros de Ponte de Lima, adiantou esta manhã que “Já foram acionados quatro meios aéreos de combate ampliado. Quando começarem a atuar no teatro de operações contamos conseguir dominar as chamas nas próximas horas. O vento forte que se tem feito sentir tem sido a principal dificuldade dos bombeiros. O fogo é levado pelo vento o que dificulta o combate, disse à agência Lusa.

A atual preocupação dos bombeiros no terro será proteger a zona industrial de Fornelos e Queijada, para o comandante é uma das zonas que mais preocupa os meios operacionais no terreno.

Temos uma frente de fogo perto da zona industrial. Não há fábricas afetadas, mas a nossa preocupação é proteger as unidades fabris”, disse.

Durante a noite o fogo teve três frentes ativas, o que terá causado muita tensão junto das habitações, mas os operacionais no terreno conseguiram dominar as chamas e salvar as habitações.

Hoje o incêndio conta com uma frente única e que arde em zona de eucaliptal e mato, mas as preocupações dos operacionais continuam para colocar um fim neste incêndio que junta 140 operacionais e 46 viaturas de várias corporações dos distritos de Viana do Castelo, Braga e Porto.

[themoneytizer id=”61056-1″]

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui