O mais recente relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), com dados desde Janeiro até ao 31 de Outubro de 2018, é claro: o distrito onde se registaram mais vítimas mortais foi o de Setúbal (61), seguido do Porto (46), Lisboa (42) e Leiria (36).

O Relatório informa ainda que durante esse período houve mais 2044 acidentes nas estradas portuguesas do que em período homólogo do último anterior, num total de 109.030, de que resultou a morte a 422 pessoas, mais duas do que em 2017 e foram registados ainda 1739 feridos graves em 2018 (menos 95 em comparação homóloga) e 33.742 feridos leves (menos 746).

O distrito com mais acidentes nos primeiros dez meses do corrente ano foram largamente o de Lisboa (21.744) e o do Porto (19.603). Braga (9255), Faro (9150), Aveiro (8903) e Setúbal (8849) seguiram-se com uma enorme diferença.

Segundo o relatório da ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, Lisboa foi o distrito onde se registou maior número de feridos graves (218), seguido de Santarém (178), Faro (164), Porto (158) e Setúbal (141).

Os números da ANSR indicam ainda que na última semana de outubro os acidentes provocaram a morte a 16 pessoas nas estradas portuguesas e fizeram 55 feridos graves, sendo que os dados respeitam às vítimas cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here