Parceiros
Atualidade

Ministério das Finanças «bloqueou» os 15 milhões de apoio aos media

Anunciados com pompa e circunstância, os 15 milhões de euros que o Governo prometia para os órgãos de comunicação social, levaram até a que muita tinta se gastasse em comentários que davam este acto como uma tentativa de comprar o silêncio de alguns media.

Mas afinal até agora nenhum dos órgãos que se candidatou a esse apoio, que para muitos seria uma pequena ajuda pelo que perderam em receitas de publicidade durante o estado de emergência, recebeu sequer um euro.

Os 15 milhões anunciados estão agora bloqueados no Ministério das Finanças, o que quer dizer que, dois meses depois de anunciado, o apoio continua sem chegar aos órgãos de informação, segundo o Sindicato dos Jornalistas.

O SJ questionou diretamente o Primeiro-Ministro sobre o paradeiro do apoio de emergência de 15 milhões de euros anunciado pelo Governo a 17 de abril e que ainda nem sequer começou a chegar aos órgãos de informação e aproveitou para recordar de que o apoio de emergência mencionado não é suficiente e impõe-se a adoção de medidas de médio e longo prazo, há muito sugeridas.

O SJ realça ainda que «já passaram dois meses desde que o secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media se comprometeu a discutir com as organizações do setor medidas de apoio estruturais e abrangentes, imprescindíveis para a sobrevivência de um jornalismo livre, independente e plural e para a sustentabilidade de um setor em crise estrutural, agora agravada com o contexto da pandemia de covid-19».



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.