Desporto

Miguel Oliveira, desde sempre destinado à vitória

Nasceu em Almada em 1995, e tornou-se hoje o primeiro português a conquistar um Grande Prémio na categoria de MotoGP, aos 25 anos

publicidade

Nasceu em Almada em 1995, e tornou-se hoje o primeiro português a conquistar um Grande Prémio na categoria de MotoGP, aos 25 anos. Depois deste feito histórico em Estíria (Áustria), a bandeira portuguesa percorreu o circuito às costas do português, perante todo o mundo.

Miguel Oliveira compete desde 2005 e já aí revelava um talento enorme para as motos, vencendo várias competições nos escalões mais novos.

Em 2012 estreou-se na categoria de Moto3, e conseguiu terminar na segunda posição do Mundial em 2015, já pela Red Bull KTM Ajo. No ano seguinte (2016) sobe à Moto2, e consegue um terceiro lugar, em 2017.

Em 2018 termina em segundo lugar, mas ainda durante a temporada, assina um contrato que o leva à maior competição do motociclismo Mundial a MotoGP no ano seguinte, em 2019.

Torna-se o primeiro português de sempre a competir neste escalão, e consegue a sua melhor corrida no circuito austríaco do Red Bull Ring, ao terminar no 8º lugar, mas o melhor estava para vir nesta época.

Sendo um dos pilotos mais promissores, o azar bateu à porta quando caiu em duas corridas. O potencial estava à vista e o português nunca desistiu, alcançando hoje a histórica vitória que correu o mundo.

Oliveira Cup e condecorações

Mas Miguel Oliveira é muito mais do que um piloto. Em 2017 iniciou um projeto chamado “Oliveira Cup”, cujo objetivo é promover a modalidade aos jovens, com corridas de motociclismo dos 10 aos 14 anos.

Em 2018 foi eleito Desportista do Ano, na categoria de Atleta Masculino, pela Confederação do Desporto de Portugal. Foi ainda nomeado Embaixador Global da Integridade e Transparência no Desporto pela Sport Integrity Global Alliance (SIGA).

No final de 2019, foi recebido por Marcelo Rebelo de Sousa, no âmbito do programa ‘Desportistas no Palácio de Belém’.

No fundo, é um modelo para os mais jovens, e para todos os desportistas. Um vencedor nato que promete muito mais para este ano, e para os anos futuros na MotoGP.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui