Famosos

Micaela declarou falência, mas anda de Mercedes e mora num condomínio de luxo na margem sul

- publicidade -

O Tribunal de Setúbal aceitou, em agosto passado, o requerimento da advogada de Micaela para decretar “insolvência pessoal singular”, “com pedido de exoneração do passivo restante”.

Assim, o tribunal nomeou uma administradora de insolvência para encontrar uma forma de negociar e pagar as dívidas da cantora que já somam, sem juros em mora, 99.513 euros.

A defesa da cantora indicou que “desde 2013, a requerente nunca mais conseguiu erguer a sua carreira”. “A sua imagem está deveras manchada no meio artístico, por todas as notícias que aquele exequente [Carlos Quaresma] faz questão de chegar à comunicação social (…) É verdade que a requerente é devedora, mas não é menos verdade que tudo tem feito para reerguer a carreira, o que não consegue”.

Mas agora tudo mudou, segundo a revista ‘TV Guia’, o Tribunal da Comarca de Setúbal aceitou um requerimento do advogado de Carlos Quaresma, que solicita a investigação da vida de Micaela,  nomeadamente, se prestou falsas declarações quando se declarou como insolvente.

Em tese está o facto da artista exibir uma vida de luxo: “Essa senhora, e o companheiro, o agente musical José Orlando, vivem numa moradia num condomínio de luxo na margem Sul do Tejo e andam de Mercedes. Ela exibe sinais exteriores de riqueza e tem negócios de roupa e bijuteria online”, adianta Carlos Quaresma, uma das pessoas a quem a cantora deve dinheiro

“O tribunal já percebeu que a Micaela anda a fugir ao fisco há muitos anos e não declara o que ganha nos concertos, porque quem fatura é o José Orlando através da empresa MSpencer, que está em nome das filhas dele”, rematou.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo