NacionalPolítica
Em Destaque

Mensagem difamatória leva militantes a apresentar queixa em tribunal

RIR participa de mensagem falsa no Ministério Público e no CNE.

- publicidade -

A estrutura partidária do RIR fez saber este sábado que já apresentou queixa na Comissão Nacional de Eleições e no Ministério Público no caso de uma mensagem que começou a ser difundida este sábado nas redes sociais.

Fonte do RIR adianta que a mensagem que circula no Whatsapp sobre as subvenções que cada candidato poderá ganhar com os votos é falsa. Um comunicado enviado às redações, a Mandatária Nacional da Candidatura de Vitorino Silva, explica que “Qualquer candidato só recebe alguma subvenção estatal se obtiver mais de 5% de votação“, para além disso qualquer candidato terá que apresentar todos os comprovativos das despesas que teve na campanha eleitoral, que são posteriormente analisadas pelo Tribunal Constitucional.

tarot terapêutico

A mensagem que circula no Whatsapp informa que e passamos a citar: “

“O estado distribui 3.5 milhões pelos canditados presidenciais. A distribuição dos 3.5 milhões é a seguinte:

• 20% é para distribuir em partes iguais pelos canditados.

• 80% mediante os resultados e só recebem aqueles que tiverem mais de 5% de votos.

Agora a questão para 100000€ é a seginte:

• Porque é que o Sr. Vitorino Silva se candidata?

20% de 3.5M são 700000€.
Sao 7 candidatos, à partida o Sr. Vitorino ganha 100000€ livres de impostos 😜

Sr. Vitorino gasta 16000€ na sua campanha.

Sr. Vitorino tem de lucro 84000€.

As presidenciais são de 5 em 5 anos.

5 anos = 60 meses.

84000€ : 60 meses = 1400€

Sr Vitorino com este circo garante à partida um rendimento mensal nos próximos 5 anos de 1400€ por mês.

Ainda acham que ele é o palhaço do circo?

Palhaço sou eu.. “

A Mandatária da candidatura de Vitorino Silva salienta que “Caberia à CNE o dever de informar a população sobre esta matéria. Mas perante o silêncio e inércia das instituições responsáveis, não poderia eu ficar calada.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui