Menos bancos nas carruagens da Fertagus para transportar mais passageiros

A Fertagus já está a preparar as carruagens de forma a aumentar o número de lugares em pé e assim permitir o transporte de mais passageiros.

3
3210
DR - Facebook
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A Fertagus já está a preparar as carruagens de forma a aumentar o número de lugares em pé e assim permitir o transporte de mais passageiros.

Nos últimos tempos quem viajava em hora de ponta no «comboio da ponte» entrando nas últimas paragens dificilmente conseguia encontrar um lugar sentado, quando não tinha mesmo de ficar ‘em terra’, face à falta de capacidade das carruagens.

E com a introdução do passe único metropolitano, a situação veio a agravar-se, com um aumento da procura em todos os transportes públicos.

Como solução, a empresa Fertagus optou por retirar alguns bancos das carruagens para permitir o transporte de mais 20% de passageiros, permitindo aumentar dois lugares em cada dez na capacidade dos comboios.

As carruagens já estão a ser preparadas para começarem a funcionar nesse novo modelo até ao final de Maio.

Além desta medida, a empresa explicou ao DN que poderá melhorar horários ou aumentar o número de carruagens, juntamente com o fabricante Alstom, e assim adicionar uma quinta carruagem aos comboios de quatro unidades que fazem a ligação entre Lisboa e Setúbal.

3 COMENTÁRIOS

  1. A solução está no aumento de carruagens e compra de mais comboios. Retirar os bancos para aumentar o numero de passageiros, parece assim a vista, uma ideia irresponsável. Todos os comboios, foram testados , em termos de peso e capacidade. Será que ao retirarem os bancos e substituirem por pessoas , o andar de cima não desaba para o andar debaixo? E este, por sua vez desabar para a linha? Há testes sobre esta mudança?

  2. Se mudarem os horários já fazia sentido.Para quem faz Setúbal Lisboa ou vise versa ir em pé praticamente 1 hora não tá com nada….ter comboio para Setúbal de 30 em 30 minutos já me dava por feliz. Como por exemplo ao fins de semana o último comboio para Setúbal ser às 23h-42m.

  3. A Fertagus ERA um serviço de excelência, um exemplo de qualidade nos nossos transportes públicos… Uma referência. Contudo, em vez de se arranjarem condições para melhorar o que verdadeiramente está mal, ao nível dos outros tipos de tranporte, é mais fácil, perder essa qualidade, e assim ficarmos todos igualmente mal. Antes de se ter tomado a decisão de reduzir o valor dos passes, com a qual concordo, esta situação deveria ter sido ponderada e é evidente que não foi. A solução está no aumento de carruagens/comboios, não na redução de lugares sentados, que me parece ser uma solução injusta. O justo neste momento seria em hora de ponta convidar o Sr. 1°Ministro a fazer umas viagens de Fertagus… À ida e no regresso de Lisboa, para perceber bem a situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome