Parceiros
CrimeMundo

Menina de 5 anos foi raptada, envenenada com veneno para ratos e enterrada numa cova na Nigéria

- publicidade -

Em dezembro do ano passado, uma menina de 5 anos, Hanifa Abubakar, foi raptada, envenenada com veneno para ratos e enterrada na cidade de Kano, na Nigéria.

A notícia está a chocar a população e, de acordo com o Observador, o suspeito principal é o proprietário da escola, que terá mesmo admitido o rapto para pedir o resgate à família.

O rapto foi a ajuda de duas outras pessoas, além do professor, e foram exigidos seis milhões de nairas, equivalente a cerca de 13 mil euros ao pai da criança, mas, quando a aluna reconheceu o raptor, o mesmo obrigou-a a engolir veneno e posteriormente enterrou o corpo.

Este caso provocou indignação nos locais, com muitos pais a recusarem deixar os filhos ir à escola.

A mulher do Presidente da República, Aisha Buhari, susbcreveu o apelo feito onde é pedida a execução pública do suspeito, para servir como exemplo.

Na terça-feira, os três suspeitos foram acusados de rapto, conspiração e homicídio, segundo o porta-voz da polícia de Kano, Abdullahi Haruna Kiyawa.

Amina Mohamed, secretária-geral adjunta da Organização das Nações Unidas (ONU) disse estar “profundamente indignada” como caso, pedindo “justiça para Hanifa e para todas as raparigas que sofrem estas atrocidades”, escreve a mesma fonte.

Os dados de 2021 revelam que cerca de 1500 crianças em idade escolar foram raptadas em 20 raptos na região norte do país, com a maioria a ser libertada após negociações ou pagamento do valor pedido. Ao todo, morreram 16.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário