AtualidadecoronavírusDestaque

«Medidas não foram suficientes» lamenta António Costa

publicidade

O primeiro-ministro António Costa anunciou novas medidas ao país, após a reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira, e atualizou a lista de concelhos de risco relativamente ao covid19.

Começou por sublinhar que a «situação é grave, mais crítica do que aquela que vivemos no início da pandemia, e temos por obrigação salvaguardar a vida das pessoas. Temos agora noção de que as medidas que têm sido implementadas não foram suficientes.»

António Costa criticou também as atitudes «de pessoas que tentam por tudo contornar as medidas» e relativamente ao Natal «todos desejamos profundamente que seja o minimamente afectado possível, mas as famílias têm de se preparar para o festejar de forma diversa do tradicional, relembrando que a maior parte dos contágios ocorre em situação familiar «porque em regra têm menos espaço, estão mais próximas, tiram as máscaras e por isso torna-se um momento particularmente perigoso».

E justificou que a medida «é para confinar a partir das 13h00 é precisamente para evitar esses almoços e convívios familiares. Temos de fazer um esforço para evitar isso neste período.»

António Costa destacou ainda que «já foi anunciado que é possível que no primeiro semestre do próximo ano pode haver vacina disponível e por isso mais necessário se torna o esforço em que temos de nos empenhar nos próximos meses.

Não é mudar a nossa vida para todo o sempre, é um esforço por algum tempo, porque não podemos continuar a ter os números dramáticos que estamos a ter neste momento, mas isso exige muito de todos.»

Sobre a polémica com os espaços comerciais anunciou que fica «determinado encerramento a partir das 13h00 de sábado e até às 08h00 de domingo todos os estabelecimentos comerciais e restauração (com exceções de estabelecimentos que já praticavam horário de abertura anterior às 08h00)».

Questionado sobre as medidas apenas para  os próximos fins-de-semana, acabando antes daquele em que vai decorrer o Congresso do PCP, desvalorizou o assunto e disse não ter «tido quaisquer conversações com o Partido».

Mais 77 concelhos na lista de emergência  

Sobre a lista dos concelhos de risco com risco elevado de transmissão da covid-19, António Costa anunciou quer passam a 191.

Saem 7 da lista (Moimenta da Beira, Tabuaço, São João da Pesqueira, Mesão Frio, Pinhel, Tondela e Batalha) e entram 77, entre eles Grândola.

A lista de concelhos, sujeitos a medidas mais restritivas como o recolher obrigatório, vai aumentar na próxima segunda-feira (a partir das 00h00) para 191, anunciou o Governo.

Reavaliada a cada 15 dias pelo Governo, a lista de concelhos com risco elevado de transmissão da covid-19 é definida de acordo com o critério geral do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) de “mais de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias”, e considerando a proximidade com um outro concelho nessa situação e a exceção para surtos localizados em municípios de baixa densidade.

Lista dos novos concelhos de risco: Abrantes, Águeda, Albergaria-a-Velha, Albufeira, Alcanena, Aljustrel, Almeida, Almeirim, Alvaiázere, Anadia, Ansião, Arcos de Valdevez, Arganil, Arronches, Boticas, Campo Maior, Cantanhede, Carrazeda de Ansiães, Castro Daire, Celorico da Beira, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Coruche, Crato, Cuba, Elvas, Estarreja, Évora, Faro, Ferreira do Alentejo, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Grândola, Ílhavo, Lagos, Lamego, Mangualde, Manteigas, Mealhada, Mêda, Mira, Miranda do Corvo, Miranda do Douro, Mirandela, Monforte, Montalegre, Montemor-o-Velho, Mora, Murtosa, Nelas, Oliveira do Bairro, Ourém, Pampilhosa da Serra, Penalva do Castelo, Penamacor, Penela, Ponte de Sor, Portalegre, Portimão, Proença-a-Nova, Reguengos de Monsaraz, Resende, Salvaterra de Magos, São Pedro do Sul, Sátão, Seia, Sousel, Tábua, Tavira, Torre de Moncorvo, Vagos, Vieira do Minho, Vila do Bispo, Vila Nova de Foz Côa, Vila Nova de Paiva, Vila Real de Santo António e Viseu.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui