Uncategorized

Máscaras cirúrgicas OrbitPlatform retiradas do mercado pelo Infarmed

Máscaras cirurgicas estão a ser retiradas do mercado

- publicidade -

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) ordenou a retirada imediata do mercado das máscaras cirúrgicas do fabricante OrbiPlatform «tipo I com as referências MC10001, MC10001.1, MC10002, MC10003 e do tipo IIR com referências MC20001, MC20002 e MC20003».

Segundo o Infarmed, estas máscaras cirúrgicas de uma empresa portuguesa que se dedica ao fabrico de máscaras cirúrgicas para proteção contra a covid19, não cumprem todos os requisitos legais aplicáveis.

No comunicado publicado no site, informa que «foi identificada a colocação no mercado nacional e comercialização de máscaras cirúrgicas do tipo I da OrbitPlatform, ostentando marcação CE indevida, por “não existir evidência (prova) de cumprimento de todos os requisitos legais aplicáveis e pela documentação técnica se encontrar incompleta».

Segundo a autoridade do medicamento, «o fabricante encetou voluntariamente os mecanismos necessários para a recolha e suspensão da colocação no mercado dos referidos dispositivos médicos».

Ao mesmo tempo, deu início ao processo simplificado de colocação no mercado nacional desses dispositivos nos termos do artigo 4º do Decreto-Lei nº 14-E/2020, de 13 de abril, na sua atual redação, demonstrando a conformidade com os requisitos normativos e especificações publicados, refere o Infarmed no comunicado.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui