JustiçaPortalegre

Marvão: Presidente da Câmara condenado a três anos de prisão com pena suspensa por corrupção passiva

Tribunal de Portalegre condenou Luís Vitorino, presidente da Câmara Municipal de Marvão, a três anos de prisão com pena suspensa e perda de mandato por crime de “corrupção passiva”.

Luís Vitorino foi condenado por crimes ocorridos em 2017, envolvendo também a Junta de Freguesia de São Salvador da Aramenha, relacionados a fundos comunitários do projeto “defesa da floresta contra incêndios”.

Pedro Mendonça, advogado do autarca, adiantou que vai recorrer ao Tribunal da Relação da decisão do Tribunal Judicial de Portalegre.  

Contactado por vários órgãos de comunicação social, o presidente da Câmara Municipal de Marvão, não quis prestar declarações, mas diz estar de “consciência tranquila”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *