AtualidadeDestaqueEconomiaLisboaNacional

MARL aumenta lucros e continua a reduzir passivo

- publicidade -

A MARL – Mercado Abastecedor da Região de Lisboa, terminou o quarto trimestre de 2020 com um resultado líquido de cerca de 4,7 milhões de euros, correspondente a uma margem sobre os rendimentos operacionais de 33%, cerca de 3% acima do período homólogo, e apresentando uma rendibilidade do capital próprio anualizada de mais de 6%.

A empresa responsável pelo maior mercado e plataforma logística pública de aprovisionamento do país, tem uma dimensão superior a 100 campos de futebol, tendo mais de 800 produtores e operadores grossistas e de logística, que fornecem mais de 10.000 clientes diários os quais são responsáveis pelo aprovisionamento direto de mais de 4 milhões de pessoas.

tarot terapêutico

Com estes resultados, a empresa do universo PARPÚBLICA que assegura um papel estruturante na cadeia agroalimentar e no sistema logístico do país, que tem ainda como acionistas as Câmaras Municipais de Lisboa e de Loures, bem como a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, reforça os seus lucros e contribui para mais uma forte redução da sua dívida.

O relatório referente ao último trimestre de 2020 espelha ainda margens operacionais positivas e crescentes de 73% e 46%, respetivamente, ao nível do EBITDA e do EBIT. O EBITDA ascendeu a 10,3 milhões de euros, situando-se, em comparação com o mesmo trimestre de 2019, em mais 184 mil euros.

A dívida financeira líquida da MARL, S.A. continua a recuar, tendo-se reduzido em mais de 17%, face ao valor registado em dezembro de 2019. Destaca-se ainda o aumento dos rendimentos core da empresa, referente às taxas de utilização, em quase 231 mil euros, significando um acréscimo de 2,2% face ao ano anterior. Os encargos financeiros voltaram a apresentar uma redução refletindo a diminuição do passivo bancário e a obtenção de condições de pricing mais favoráveis.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui