DestaquePaís

Marinha Portuguesa recupera equipamento oceanográfico norte-americano nos Açores

publicidade

De acordo com o IOOS, a boia soltou-se da sua amarração, no Golfo de Maine, tendo derivado para as águas açorianas, sendo muito importante a sua recuperação face ao valor dos equipamentos que contém. Com cerca de uma tonelada de peso e 250m de cabo com equipamentos, a boia corria o risco de derivar para terra, destruindo todos os equipamentos.

De imediato foi empenhado o NRP Setúbal, que se encontra em missão na Zona Marítima dos Açores, para proceder à deteção e recuperação do equipamento, missão considerada de cariz urgente face à previsão de agravamento das condições meteorológicas. O navio largou de Ponta Delgada pelas 14h20 (horas locais), tendo detetado a boia cerca das 15h55 (horas locais).

Foi efetuada uma filmagem subaquática pelos mergulhadores do NRP Setúbal que permitiu aferir o estado do equipamento e garantir o adequado aconselhamento técnico por parte do Instituto Hidrográfico que se encontrava em contacto direto com o IOOS a acompanhar a operação.

A boia e respetivos equipamentos foram então recuperados para bordo, de acordo com as indicações do IOOS, e cujos exigentes procedimentos permitiram salvaguardar a integridade dos mesmos. Concluída a recuperação, o NRP Setúbal regressou ao porto de Ponta Delgada, onde a boia será descarregada para ser devolvida ao IOOS com o apoio do Comando da Zona Marítima dos Açores.

Artigos Relacionados

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui