AtualidadeFamosos

Maria Vieira manda Rita Pereira acolher em casa ‘malta fofinha do bairro da Jamaica’

- publicidade -

Maria Vieira mantém a senda de críticas, neste caso sobre os comentários que Rita Pereira fez nas redes sociais após a decisão do tribunal de não aceitar um recurso de André Ventura, líder do Chega, sobre os comentários feitos por este acerca de uma família residente no Bairro da Jamaica, Seixal.

Na sua conta de Instagram, Rita Pereira escreveu que «estou muito bem impressionada, muito bem impressionada MESMO. Não deveria, eu sei, deveria ser ‘normal’, mas é tão raro um crime racial ganhar em tribunal que… e ainda mais sendo um desfavor de alguém num cargo político: esta família do bairro da Jamaica acabou de ganhar um processo contra um político.

“Fez-se justiça no Supremo Tribunal. É importante assinalar quando a justiça em Portugal funciona.»

E Maria Vieira não esperou muito para deixar um recado desta feita através do Facebook, à actriz com quem afirma ter contracenado «uma única vez, num filme que rodámos juntas há uns tempos atrás, ‘Portugal Não Está à Venda’».

Apesar de a descrever como «uma pessoa simpática, humilde e trabalhadora e tive a oportunidade de mencionar isso mesmo na minha página de Facebook após o final das filmagens, com limitações como actriz» e uma «figura mediática que faz folhetins televisivos mais ou menos medíocres, à semelhança de tantas outras pessoas que fazem o mesmo que ela, sem no entanto terem tanta projeção mediática como ela tem, se bem que isso valha o que vale…», Maria Vieira dispara depois os seus argumentos.

«É claro que não fiquei surpreendida pelas disparatadas declarações dela sobre a recente condenação do Dr. André Ventura face a alegadas acusações de racismo, até porque à semelhança de todos os «artistas« que trabalham na TV e que dela dependem para botar comida na mesa ou para fazer viagens às Maldivas, ela tem que dizer os disparates e os lugares-comuns anti-CHEGA e anti-Ventura do costume, porque isso faz parte da agenda fofinha das marionetes ao serviço do sistema, mas devo no entanto lamentar que esta gente se manifeste sem saber o que diz, sem conhecer o processo em causa e sem sequer ter conhecimento de que o Supremo Tribunal de Justiça simplesmente não admitiu, por razões processuais, o recurso do CHEGA e do seu presidente.»

E a crítica continua: «Mas enfim, que mais esperar da cabeça de uma «mecinha» muito fofinha e muito progressista que resolveu comemorar uma alegada «condenação por crime racial» sem fazer ideia daquilo que está a dizer?».

Maria Vieira deixa ainda uma recomendação à «Ritinha podia muito bem abrir as portas da sua alegre casinha, acolher, alimentar e financiar a malta fofinha do Bairro da Jamaica e da Quinta da Fonte e, porque não, levá-los a todos de viagem até à Venezuela, a Cuba ou à Coreia do Norte!

Parafraseando o Dr. André Ventura: ‘Acho que namorar com um francês não lhe está a fazer bem. Falta-lhe mais Portugal.’».


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *