Política

Marcelo “serviu de para-raios ao Governo”, diz Ventura

publicidade

André Ventura criticou Marcelo Rebelo de Sousa de ser cúmplice do Governo, dizendo que este funciona como “para-raios” do primeiro-ministro, António Costa.

O candidato a Belém e presidente do Chega refere, em entrevista à Lusa, que “o que ficará do legado de Marcelo Rebelo de Sousa é ter sido provavelmente o Presidente mais cúmplice da história da terceira República”.

Acho que é um mandato que tem como palavra principal, de caracterização, ‘cumplicidade’. Cumplicidade com o Governo, acho que foi nisso que Marcelo Rebelo de Sousa apostou tudo desde o início do seu mandato”, disse.

André Ventura acrescentou que nunca viu “um Presidente tão entusiasmado com um Governo como Marcelo Rebelo de Sousa. Acho que foi o Presidente que mais se entusiasmou com o Governo, muitas vezes serviu de para-raios ao Governo quando o tom subia na Assembleia da República, embora desde que Rui Rio entrou também nunca subiu assim muito, mas foi sempre o para-raios de António Costa”, concretizou.

O líder do Chega acredita que vai conseguir “ter o dobro daquilo que as sondagens antecipam”, e está convicto de que disputará a segunda volta, esclarecendo ainda as palavras de que vai abandonar a liderança do partido se Ana Gomes ficar à sua frente nas eleições:

Sim, evidente, eu quando digo as coisas é para manter. O que eu quis dizer com isso foi que tenho de tirar responsabilidades e ilações do facto de a doutora Ana Gomes ter mais [votos] do que eu“.

Ana Gomes não gera nas pessoas a empatia necessária, o prestígio necessário, o entusiasmo necessário para ser uma boa candidata presidencial, na minha opinião, tem-se rodeado de pessoas que também não ajudam na campanha dela, como é o caso do Paulo Pedroso, mas não só. E portanto, não há nenhum motivo para ela ficar à minha frente, seria porque eu fiz um mau trabalho e tenho de tirar consequências disso, mantenho o que digo”, referiu.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui