Parceiros
AtualidadePolítica

Marcelo e Costa condenam procedimento de Putin. “Falar do amanhã é prematuro”

- publicidade -

Marcelo Rebelo de Sousa falou aos jornalistas na noite desta segunda-feira em Haia, nos Países Baixos, sobre as declarações de Vladimir Putin, afirmando que a “posição portuguesa é muito clara”.

“O reconhecimento da soberania dos territórios separatistas viola claramente os acordos de Minsk e questiona a integridade territorial da Ucrânia”, referiu o Chefe de Estado português.

Marcelo, que chegou esta noite a Haia numa visita de Estado, repetiu que “Portugal condena veementemente este procedimento”.

Na mesma declaração, Marcelo Rebelo de Sousa reafirma “total solidariedade com a Ucrânia”, que é uma “posição comum dos governos da União Europeia”.

Questionado sobre o que sucederá num futuro imediato, o Presidente da República disse que “falar do amanhã parece prematuro”.

Por fim, Marcelo disse que tem presente “os muitos ucranianos e ucranianas que vivem em Portugal” e que tanto a Presidência e o Governo estão a acompanhar “o que naturalmente sentirão” os membros desta comunidade em Portugal.

As palavras do Presidente da República vão ao encontro do que escreveu o primeiro-ministro, António Costa, esta noite no Twitter.






Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário