Famosos

Manifestação sem máscaras gera peixeirada no Facebook entre Wanda Stuart, Ana Bola e Dulce Pontes

- publicidade -

Ana Bola e Wanda Stuart, segundo “A Televisão” envolveram-se ontem numa discussão na caixa de comentários de uma fotografia partilhada pela atriz, onde aprecem Adelaide Ferreira sem máscara, ao lado da intérprete conhecida pelo cabelo azul, durante a manifestação.

Ana Bola, na caixa de comentários, deixou ainda uma crítica: “A Wanda não tem máscara, é uma plástica…“ e a cantora respondeu, o que deu lugar a uma discussão entre ambas, alguns seguidores e até  Dulce Pontes se meteu ao barulho.

Veja os comentários:

Wanda Stuart: “Tenho muita pena de pessoas que se limitam a odiar quem luta pelo direito a trabalhar. Quem tem o seu ordenado garantido ao fim do mês, pode ficar em casa sem trabalhar. Quem não o tem, só lhe resta lutar pelo seu direito ao trabalho para poder pagar as suas contas e poder ter uma vida digna… Se não compreendem isso, lamento muito. Mais amor precisa-se neste mundo. Esta pandemia trouxe mesmo ao de cima o pior do ser humano que, de humano, tem pouco. Sejam felizes a arrasar os outros. Recuso-me a entrar no vosso jogo! E não, nunca fiz plástica à cara. Já outras bem precisam… Afinal, não é só a Maria Vieira que fala mal dos colegas”;

Ana Bola: “Era uma piada, Wanda. Sou humorista, lembras-te? E não é nada pessoal. Sabes que gosto de ti, mas não gosto de ter ver nessa manifestação, se queres a verdade. Ninguém foi lutar por salários nessa manifestação. Um beijo para ti. E se não for pedir muito, não me compares com a Maria Vieira – tenho um metro e setenta! Última coisa – cá em casa, estamos os dois cancelados há um ano, com duas ou três exceções”;

Wanda Stuart: “Ana, eu fui lutar pelo direito a trabalhar, ou concordas com os horários com que fomos brindados? Achas possível fazer espetáculos aos fins de semana até às 13:00 horas de sábado? Ou achas que o vírus aparece a essa hora? Parece que a inteligência do vírus é compatível com a pontualidade britânica. Se gostas de fazer humor, falando mal e menosprezando os colegas, não posso achar-te melhor do que uma antiga amiga tua que tem esse hábito (que eu condeno, aliás)… Falta união na nossa classe e disso não me podem acusar! Fica bem e diverte-te! E já agora, para que saibas, a manifestação não era contra as máscaras, mas sim pela liberdade e contra as medidas restritivas incongruentes e que não nos levam a lado nenhum… Espero que conserves o teu espírito inconformista e não te tenhas resignado ao acreditares em tudo o que te dizem nos telejornais. Fazer humor, para mim, não é arrasar com os colegas. Espero que também tenhas compreendido a minha tentativa de fazer rir, ao dizer que algumas pessoas até precisavam de uma plástica à cara…”;

Wanda Stuart: “Ana, não que tenhas alguma coisa a ver com isso, mas fui testada há dois dias e estou saudável, graças a Deus… Portanto, não pus ninguém em perigo (não sou nenhuma assassina, como já me chamaram aqui). E estejam descansados, não tenho intenções de recorrer ao SNS se, por acaso, apanhar o vírus (como vês, não nego a existência da Covid, sei que existe)… Não irei tirar o lugar a ninguém. Se for esse o caso, ficarei em casa a tratar de mim… Não desejo o mal a ninguém, ao contrário dos teus seguidores que me estão a crucificar. Fica com Deus”;

Dulce Pontes: “Wanda, triste é estar numa manifestação sem máscara, não respeitando o distanciamento necessário e gozar com a cara de todos os profissionais de saúde que lutam para salvar pessoas, muitas negacionistas. Pode lutar pelo seu direito ao trabalho sem ser irresponsável. Se ficou ofendida, ofendidos devem estar todo o pessoal hospitalar ao ver esta merda”;

Wanda Stuart: “Ana, não foi isso que mais me incomodou, ao contrário do que possas pensar… O que mais me incomodou foi teres-me exposto da maneira que o fizeste junto dos teus seguidores. Se gostasses de mim, como dizes, até podias ter-me mandado uma mensagem privada. Agora, o que fizeste não foi bonito. Seria incapaz de fazer isso contigo ou com qualquer outro colega, mesmo que não gostasse dele. Mas pronto, está feito e graças a isso estou a ser alvo dos mais cruéis comentários… Acho que não merecia isso da tua parte. De pessoas que não compreendem o que é ser artista em Portugal até poderia aceitar, mas dói mais quando são colegas que admiramos a passarem-nos uma rasteira desta maneira. Sempre fui solidária com toda a gente, farto-me de ajudar quem precisa mais do que eu (não estou a arrepender-me disso, muito pelo contrário), mas receber em troca estes comentários maldosos é doloroso, não nego. Mas agora tenho de me aguentar à bronca, como se costuma dizer, e deixar de ser ingénua (com esta idade já é difícil mudar a minha essência, mas vou tentar) e perceber que as pessoas gostam mesmo é de deitar abaixo quem age com o coração e com boa intenção. Foi com as melhores intenções que participei na manifestação. Vê lá tu que acreditei que estava a lutar pelos artistas portugueses e, principalmente, pelo futuro da minha filha em liberdade, sem mordaças. E agora, um pequeno aparte, não vejo ninguém a criticar o nosso Presidente que viajou para o Vaticano e se encontrou com o Papa sem máscara, após este ter estado no Iraque rodeado de multidões que estavam sem máscaras… Pelo menos, não gastei o dinheiro dos portugueses para ir passear. Pelo menos, disso não me podem acusar… Amor, sempre”;

Ana Bola: “Ok, Wanda. Não vamos discutir. Não tenho uma dúvida que a tua intenção ao estar nessa manifestação não tenha sido a melhor. Não duvido mesmo. Tu ficaste mesmo chateada foi com a plástica. É espantoso. E sente-te à vontade para fazer todas as piadas que quiseres sobre mim, sendo que não és humorista, mas pode ser que venhas a ser. Tens talento de sobra na tua arte. És incomparável. Eu, por exemplo, e com a idade que tenho, não me atreveria a começar uma carreira no ‘music hall’. Nem à paulada. E vamos lá ver, não sou só eu que faço anos. Não te zangues comigo, rapariga. Isto não passa de converseta de Facebook. Um beijinho”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui