Mobilidade

Mais de 18.000 acidentes rodoviários e 253 mortos até Julho

- publicidade -

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) revelou esta quarta-feira que se registaram mais de 18.000 acidentes rodoviários até Julho deste ano, dos quais resultaram 253 mortos, menos 14,5% face a 2019, mas mais 31,1% em relação ao mesmo período de 2021, e ainda 1.398 feridos graves e 22.021 feridos ligeiros.

“Em relação a 2019, ano de referência para monitorização da meta fixada pela Comissão Europeia e por Portugal, de redução do número de mortos para 2030, registaram-se menos 1.917 acidentes (-9,2%), menos 43 vítimas mortais (-14,5%), mais quatro feridos graves (+0,3%) e menos 3.083 feridos leves (-12,3%)”, indica o relatório de sinistralidade e fiscalização rodoviária de Julho de 2022.

A ANSR sublinha que, em comparação com período homólogo de 2021, ano em que ainda se verificaram quebras na circulação nas estradas devido à pandemia de covid-19, nos primeiros sete meses de 2022 registaram-se mais 3.257 acidentes (+20,8%), mais 60 vítimas mortais (+31,1%), mais 237 feridos graves (+20,4%) e mais 3.946 feridos leves (+21,8%).

O documento destaca que, relativamente a 2021, neste ano tem vindo a registar-se um aumento da circulação rodoviária, com “o correspondente acréscimo no risco de acidente, como se pode concluir do aumento de 12% no consumo de combustível até Julho, segundo dados da Direcção-Geral de Energia e Geologia, e do crescimento de 30% no tráfego das auto-estradas registado no primeiro semestre”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *