Parceiros
Crime
Em Destaque

Mãe do suspeito da morte do agente Fábio Guerra diz que o filho pondera entregar-se

A Polícia Judiciária (PJ) ouviu a mãe de Clóvis Abreu que admitiu que o filho fugiu por causa da morte do agente da PSP.

- publicidade -

Foi durante o interrogatório, que a mãe de Clóvis Abreu, o jovem que é o principal suspeito da morte do agente Fábio Guerra, afirmou que o filho fugiu depois da morte do agente da PSP e que o suspeito admite entregar-se às autoridades, como adianta o Correio da Manhã.

Mas a progenitora terá também adiantado na PJ que o filho nega ter estado diretamente envolvido na morte de Fábio Guerra. O mesmo jornal adianta ainda que a PJ reunirá com o advogado da família a fim de ser combinado os termos da entrega do suspeito.

Clóvis Abreu terá fugido do País para Espanha depois de conhecer que o agente não resistiu aos ferimentos provocados pelo ataque que sofrera à porta de uma discoteca em Lisboa.

Em prisão preventiva continuam os dois fuzileiros, Cláudio Coimbra e Vadym Hryno, que estão detidos no estabelecimento militar de Tomar.

O jovem Clóvis Abreu é filho do homem que foi morto em Fernão Ferro, no Seixal, depois de ter envolvido uma troca de tiros entre a GNR e o pai de Clóvis.

Também o seu avô é conhecido pelas autoridades por ter estado envolvido num grupo que era conhecido como ‘Máfia das Pensões’.

As autoridades continuam à procura do jovem que tudo indica que fugiu para Espanha para perto de familiares que residem em Sevilha ou Madrid.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário