AtualidadeCovid-19Cultura

Livro «Everydaycovid» documenta ocorrências da pandemia em Portugal

Trabalho de fotojornalistas com relato diário sobre a pandemia

- publicidade -

Um ‘diário’ fotográfico que relata acontecimentos relacionados com a pandemia de covid19, que se iniciou como uma «forma terapêutica de enfrentar o problema» através do Instagram e terminou na edição de um livro.

«Todos os dias, desde 16 de Março de 2020, foram publicadas centenas de fotografias de acontecimentos relacionados com o Covid-19, estruturados em vários formatos: reportagem, documental, retrato de sociedade e diários caseiros» referem os autores.

«O isolamento, o sentido de clausura, a nova realidade das máscaras, a dinâmica dentro dos hospitais, lares, desinfecções, momentos políticos e até funerais, são alguns dos temas retratados.»

A página no Instagram @everydaycovid, foi fundada pelos fotojornalistas Miguel A. Lopes e Gonçalo Borges Dias em Março deste ano.

«É um diário visual em que fotógrafos e fotojornalistas foram convidados a documentar os eventos e consequências relacionados com o fenómeno Covid-19.

Este conceito, de certa forma terapêutico, depressa ganhou contornos mais sérios, devido ao interesse de participação de mais de 100 fotógrafos portugueses espalhados por todo o país, incluindo ilhas, e pelo crescente número de seguidores da página — através das suas lentes, esses seguidores foram podendo acompanhar, de forma única, os vários cenários da pandemia.»

Diariamente, as imagens foram sendo selecionadas por um grupo de oito editores, uma verdadeira “task-force”, em formato de curadoria de grupo online: Miguel A. Lopes, Gonçalo Borges Dias, Ângelo Lucas, Gonçalo Delgado, Rui Soares, Rui Miguel Pedrosa, André Dias Nobre e João Pedro Almeida.

O grupo reunia-se todas as noites, em videoconferência, para editar e escolher as fotografias a publicar, projectando também novas ideias para os dias seguintes.

Este diário fotográfico foi registado por profissionais que, na sua maioria, se encontram em situações de trabalho bastante precárias, espelhando bem o cenário que se vive hoje em dia no jornalismo nacional — um meio com futuro incerto e angustiante para quem faz dele profissão, e sem qualquer incentivo financeiro, motivado pela necessidade de informar e registar, para memória, a luta e as respostas dos portugueses face à pandemia.

O livro já está em pré-venda por €29,90 (IVA Incluído) no respectivo site.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo