CulturaPaís

Livreira Europa-América em processo de insolvência

Uma das mais conhecidas editoras livreiras de Portugal apresentou hoje no Tribunal de Sintra um processo de insolvência, no qual estão também envolvidos cinquenta credores.

Nesta lista encontra-se a família Lyon de Castro, fundadora e ainda dona da empresa. Entre os outros credores encontram-se editoras, como a Gradiva, instituições financeiras, como o banco Santander, e o Estado, através do Instituto da Segurança Social, constando desde 2017 na lista de devedores a esta entidade.

A Europa-América, fundada a 29 de maio de 1945, tem actualmente uma dívida de dois milhões de euros e tem acumulado prejuízos nos últimos cinco anos, segundo o ‘Expresso’, sendo que em 2018 teve perdas de 480 mil euros e pela primeira vez viu o seu balanço entrar no vermelho, com capitais próprios negativos de 638 mil euros.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.