Parceiros
DestaqueMundo

Lituânia ‘convidou’ Embaixador russo a sair do país e bloqueia gás russo

- publicidade -

O Governo da Lituânia pediu ao embaixador russo para deixar o país, disse o ministro das Relações Exteriores do país, esta segunda-feira.

A informação foi dada por Gabrielius Landsbergis através da sua conta de Twitter, onde escreveu: «o embaixador russo foi convidado a sair da Lituânia» e acrescentou ainda que «o Embaixador lituano na Ucrânia vai regressar a Kyiv.

Esta é uma decisão da Lituânia tomada hoje».

A Embaixada russa na cidade lituana de Klaipėda também será «imediatamente» encerrada.

Este domingo, Ingrida Simonytė, Primeira-Ministra da República da Lituânia também anunciou que «de agora em diante, a Lituânia não consumirá um centímetro cúbico de gás russo tóxico. A Lituânia será o primeiro país da UE a recusar a importação de gás russo» tweetou.

E foi ainda mais longe, ao considerar que «a Rússia deixou de ser um país civilizado. Não sei se alguma vez foi um, agora definitivamente não é.»


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário