AtualidadecoronavírusDistritoDistrito SetúbalLisboa

Lisboa e Vale do Tejo com 77% das novas infeções nas últimas 24 horas

- publicidade -

A região, contudo, continua pendente da verificação de dados relativos a 200 casos, ainda por incluir no total de casos confirmados referentes a testes realizados por um laboratório que em três dias desta semana não os registou no sistema para o efeito, estando a sua distribuição ainda a ser analisada pelas autoridades de saúde.

Lisboa e Vale do Tejo permanece como a região onde se regista o maior número de novos casos com 254 confirmados nas últimas 24 horas, o que representa um crescimento de 0,8%, para os 20.527 casos.

O total de óbitos registados na região aumentou 0,6%, para os 504, com as seis mortes contabilizadas nas últimas 24 horas.

A nível regional, o Norte registou nas últimas 24 horas 25 novos casos (7,6% das 328 infeções), o Centro 32 novos casos (9,8%), o Alentejo sete novos casos (2,1%) e o Algarve nove novos casos (2,7%).

No que diz respeito às regiões autónomas, só na Madeira se registam alterações, com mais um caso confirmado nas últimas 24 horas, aumentando o total para 93 casos.

A região de Lisboa e Vale do Tejo já contabiliza 20.527 casos confirmados e 504 mortes, o Norte tem 17.748 casos e 819 mortes, o Centro tem 4.189 casos e 248 mortes, o Alentejo tem 527 casos e 13 mortes e o Algarve tem 662 casos e 15 mortes.

Nas regiões autónomas, a Madeira tem 93 casos confirmados até ao momento e nenhum óbito registado e os Açores têm 151 casos e 15 mortes.

A distribuição do total de casos por concelho não foi hoje atualizada.

“Este relatório de situação não inclui a atualização da imputação de casos aos concelhos. A DGS está a realizar a verificação de todos os dados com as autoridades locais e regionais de saúde que ficará concluída durante os próximos dias”, lê-se no boletim de hoje.

Os concelhos de Lisboa e Porto, assim como o de Braga, são os que contabilizam a maior percentagem de infeções no país, com a região de Lisboa a registar um crescimento contínuo nas últimas semanas.

[themoneytizer id=”61056-1″]

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui