Lisboa

Lisboa: CML abre Open Call para ajudar residentes com mobilidade condicionada

No último dia 10 de agosto, a Câmara Municipal de Lisboa lançou um convite para criação de soluções digitais que ajudam a melhorar a acessibilidade de pessoas com problemas na mobilidade, Projeto gerido pela EMEL (Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa).

Segundo comunicado da CML enviado ao Diário do Distrito, através do VoxPop, irá ser possível fomentar soluções digitais em open source que respondam a pelo menos uma destas prioridades sendo estas:

– Planeamento de viagens

– Navegação autónoma

– Serviços inclusivos de bilheteira

– Promoção de uma mobilidade mais segura

– Gozo pleno de espaços públicos

– Soluções comunitárias para uma mobilidade mais inclusiva (desafio transversal)

Ângelo Pereira, vereador que está na posse dos cargos dos pelouros da Mobilidade, Transportes, Estrutura Verde, Desporto, Segurança e Socorro, Sistemas de Informação e Higiene da CML, reagiu sobre esta novo projeto.

“Cerca de 1 em cada 5 pessoas tem a sua experiência de mobilidade condicionada quando se desloca na cidade de Lisboa, seja por deficiência ou incapacidade, temporária ou permanente. Esta iniciativa é um convite à comunidade de inovadores a participar no processo de construção de soluções digitais que ajudem a promover uma maior autonomia de pessoas com mobilidade reduzida.” explicou o autarca.






Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.