Lisboa

Lisboa avança com fase de ilustração de ideias para a transformação da Praça

Processo participativo para a requalificação da Praça Martim Moniz.

- publicidade -

Arranca a 7 de junho a próxima fase do processo participativo para a requalificação da Praça Martim Moniz. Nesta fase os cidadãos podem participar através da ilustração de propostas que materializem e traduzam os contributos que resultaram da primeira fase da participação pública e os objetivos da intervenção na Praça Martim Moniz, que podem ser consultados emwww.lisboaparticipa.pt.

Para submissão de propostas podem ser apresentados desenhos, fotografias ou imagens que exemplifiquem a forma como concretizariam essa transformação da Praça.

“Com base nas prioridades, expectativas e preocupações já transmitidas por todas as pessoas que quiseram dar voz às suas ideias na primeira fase, poderão agora ser pensadas diferentes soluções de transformação para a mesma Praça. É isso que pretendemos nesta fase, recolher os contributos e perceber que soluções espaciais é que os cidadãos imaginam para o local”, afirma Ricardo Veludo, Vereador do Planeamento, Urbanismo, Relação com o Munícipe e Participação.

Recorde-se que, na primeira fase deste processo participativo participaram mais de mil cidadãos de diferentes faixas etárias, habilitações e nacionalidades, através da resposta a um inquérito e da participação em grupos de discussão (focus groups). No topo das preocupações, manifestadas pelos cidadãos participantes, estão cinco categorias que agrupam as tipologias de ideias mais frequentes quando se fala na futura requalificação da Praça Martim Moniz: requalificação verde (jardim e/ou zonas ajardinadas); equipamentos coletivos (como quiosques/esplanadas, parque infantil e equipamentos desportivos); cultura e multiculturalidade; mobilidade (mais precisamente circulação rodoviária e acesso pedonal); e melhorias na vivência (em particular, segurança e higiene urbana).

Foi elaborado um relatório com os resultados da primeira fase da participação onde se apresentou a análise e interpretação desta informação, bem como as recomendações a levar em consideração nos objetivos e programa funcional da futura Praça Martim Moniz, aprovados em reunião de câmara no dia 13 de maio de 2021.

Segue-se agora a nova fase de participação pública, com a ilustração de propostas e, por fim, prevê-se a aprovação, em reunião de Câmara, do programa base para concurso público internacional do projeto de execução da Praça Martim Moniz, na sequência dos resultados de todo o processo participativo. No site www.lisboaparticipa.pt pode ser consultada toda a informação sobre o processo participativo, nomeadamente relatório da participação e objetivos do programa preliminar, e ser feita a submissão de propostas até ao dia 21 de junho.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo