AgendaAtualidadeSetúbal

Limpeza de praias e zonas subaquáticas reune milhares de voluntários no sábado

- publicidade -

O Dia Internacional da Limpeza Costeira vai ser assinalado em mais 150 de ações promovidas pela Fundação Oceano Azul com associações e clubes locais, vai envolver milhares de voluntários para limpar, este sábado, praias e zonas subaquáticas de Portugal.

«Este é o terceiro ano da iniciativa, que surgiu em 2019 com o ímpeto de juntar e agregar as várias iniciativas que iam decorrendo também para celebrar esta data do Dia Internacional da Limpeza Costeira um pouco espalhadas pelo país”, contextualizou a responsável de projectos da Fundação Oceano Azul, Flávia Zurga Silva.

«O objectivo é mesmo não só assinalar este dia simbolicamente, com a recolha de lixo nas praias, mas dar visibilidade a todas estas organizações que todo o ano trabalham em prol de um oceano mais limpo e mais saudável», afirmou Flávia Zurga Silva à Lusa, frisando que o dia internacional da Limpeza Costeira se «assinala sempre no terceiro sábado de Setembro».

Este ano, a organização espera superar os números de 2020, no qual foram recolhidas ao longo de todo o país, 29 toneladas de lixo marinho, num conjunto de 160 acções, com a participação de 3.600 voluntários.

Em Setúbal, a autarquia assinala o dia com uma ação de limpeza subaquática a realizar em São Luís, na costa oeste da península de Troia, promovida pela SulSub – Associação Náutica e Subaquática do Sul, responsável pela gestão do Centro Municipal de Atividades Subaquáticas de Setúbal, conta com a participação de duas dezenas de mergulhadores, que vão recuperar artes de pesca depositadas no fundo mar.

Além da sensibilização para a importância da salvaguarda do ecossistema marinho, esta atividade, com início às 07h30, pretende contribuir para o alívio da pressão exercida pelos materiais perdidos involuntariamente durante a atividade piscatória.

A embarcação municipal Maravilha do Sado estará fundeada na zona de São Luís para dar apoio aos mergulhadores e proporcionar o regresso a Setúbal.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo