Parceiros
País

Liga para a Proteção da Natureza denuncia no MP a destruição de lagoas temporárias

Em causa está a destruição de cinco lagoas temporárias mediterrânicas, habitat prioritário da Diretiva Habitats da União Europeia, em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

A Liga Portuguesa para a Proteção da Natureza (LPN) anunciou esta quarta-feira, em comunicado, que apresentou uma queixa-crime contra responsáveis agrícolas pela destruição de cinco lagoas temporárias mediterrânicas no concelho de Odemira, um habitat protegido pela União Europeia.

No comunicado é-nos explicado que os “últimos sobreviventes de uma das mais importantes concentrações de lagoas temporárias do país foram destruídos em 2019, após a terraplanagem de terrenos para a exploração intensiva de culturas de morangos”.


A LPN esclareceu que a participação criminal contra os responsáveis agrícolas pela destruição das lagoas, por cinco crimes de dano contra natureza, foi apresentada no Ministério Público.

“A LPN procura responsabilizar a ocorrência e os seus autores, promovendo a salvaguarda destes valiosos habitats e realizando o restauro das lagoas agora destruídas e da biodiversidade que albergavam. Apela também para a rápida aplicação da legislação que não está a ser cumprida no PNSACV, evitando que continuem a ocorrer atos ilegais e danosos para a natureza”.

A organização defende que o Ministério da Agricultura e o Ministério do Ambiente e Ação Climática devem estar articulados num trabalho e esforço conjunto no sentido de investirem a veloz degradação dos valores naturais que se continua a assistir no Parque Natural do Sudoeste e Costa Vicentina “é importar criar medidas agroambientais que ajudem os proprietários e agricultores a participar de forma ativa na conservação dos valores naturais desta área protegida”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.