Parceiros
DestaqueDistritoPalmela

Leonor Freitas é distinguida pelo BPI como Mulher Empresária 2018

A caminho de Xangai, China, Leonor Freitas vai “competir” pelos IWEC Awards 2018, depois de vencer a primeira edição do Prémio Mulher Empresária 2018 do BPI.

O BPI atribuiu o Prémio Mulher Empresária 2018 à empresária vinícola Leonor Freitas, que atualmente lidera a Casa Ermelinda Freitas, situada na aldeia vinhateira de Fernando Pó, em Palmela.


Foi na passada segunda-feira que em comunicado, o banco BPI anunciou o nome da vencedora do galardão que foi criado para um reconhecimento de todo o percurso das gestoras portuguesas e com o objetivo de dar mais visibilidade às lideranças no feminino no mundo dos negócios.

O reconhecimento a Leonor Freitas é um reconhecimento de todo o seu percurso profissional, que a tornou uma empresária de sucesso e uma empresa que é conhecida nos quatro cantos do mundo.



A empresária está de partida para Xangai, China, onde vai representar Portugal nos prémios internacionais IWEC Awards 2018, o concurso foi criado em 2007 pela Câmara do Comércio de Barcelona, com o apoio do CaixaBank, o acionista maioritário do BPI.

Quatro gerações de mulheres na liderança da Casa Ermelinda Freitas

A Casa Ermelinda Freitas foi fundada em 1920, e Leonor Freitas é a quarta geração de mulheres à frente dos destinos da empresa agrícola que se dedicou logo muito cedo à produção de uva e de vinho a granel.

A empresária vinícola desempenhou funções ao longo de duas décadas no Ministério da Saúde, em Setúbal, onde se dedicou à prevenção do alcoolismo e toxicodependências.

Leonor Freitas sucede à sua mãe, Ermelinda Freitas, na liderança da empresa. Foi na sua gestão que se dá as grandes apostas de estratégia com a criação de marcas próprias e no mercado de exportação. A seguir os seus passos está a filha, Joana Freitas, que lidera a área de exportação dos vinhos da empresa. Foi em 1997 que um novo ciclo se dá com a chegada do “Terras do Pó” tinto, era o iniciar dos vinhos engarrafados da Casa Ermelinda Freitas. Desde 1999 a empresa já recebeu mais de mil prémios nacionais e internacionais. A 10 de junho de 2009, a empresária é distinguida pelo então Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, com a comenda da Ordem de Mérito Agrícola, Comercial e Industrial Classe do Mérito Agrícola Comendador.



O enoturismo foi a segunda grande aposta de Leonor Freitas, a empresária apostou na criação de um museu onde lhe chamou a “Casa de Memórias e Afectos Ermelinda Freitas”, espaço esse que se situa em Fernando Pó e que já conta com várias visitas, entre elas a inauguração que contou com a presença de Aníbal Cavaco Silva, ainda desempenhava funções como Presidente da República.

Outros projetos foram e estão a ser desenvolvidos, projetos esses que conta também com algumas parcerias como o caso da CP que disponibiliza um comboio que parte de Lisboa em direção a Fernando Pó onde os turistas podem desfrutar de um dia cheio e em redor da uva e do vinho.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.