AtualidadeAveirocoronavírusDestaqueNacional

Lar Solar das Camélias recebe segunda dose da vacina contra a Covid-19

- publicidade -

Os utentes do lar Solar das Camélias já receberam a segunda dose da vacina Pfizer. Assim, os 31 utentes da residência sénior, com idades compreendidas entre os 57 e os 98 anos, encontram-se, na sua totalidade, vacinados contra a Covid-19.

O lar tinha recebido a primeira dose da vacina no passado dia 22 de janeiro, tendo recebido a segunda dose no dia 15 de fevereiro, com um intervalo de 24 dias. Desde o início da pandemia, o lar não teve nenhum caso de Covid-19 graças ao cumprimento de uma série de rigorosas medidas.

“Felizmente nas instituições pertencentes ao grupo “Círculo de Mestres” não existiram casos positivos de Covid-19 neste difícil período de pandemia. Esta situação poderá explicar-se pela determinação e até coragem de todos aqueles que, diariamente, colaboram no funcionamento das instituições. O trabalho excecional de rigor, aliado à formação contínua e cumprimento escrupuloso de todas as normas impostas pela Direção Geral de Saúde, faz com que possamos estar neste momento com sentimento de positivismo em relação a este momento mais difícil que a nossa sociedade global atravessa”, afirma João Simões, coordenador operacional do lar Solar das Camélias.

“O processo de vacinação foi encarado por todos com grande ansiedade, mas todo o processo decorreu sem qualquer tipo de problema. A importância da vacinação vai além do plano físico, médico. O desgaste emocional de todos durante este período, sejam colaboradores ou utentes, foi enorme. Finalizada esta fase, surge uma tranquilidade maior, sem que, no entanto, se perca o contínuo sentido de responsabilidade inerente à situação”, conclui.

A vacinação do lar Solar das Camélias insere-se na primeira fase da estratégia de vacinação definida pelo Governo.

O lar Solar das Camélias, em Albergaria-a-Velha, pertence ao Círculo de Mestres, um projeto, em expansão, de residências sénior, que surge como resposta à necessidade crescente em ter camas e lares disponíveis para idosos com uma vertente ligada ao seu constante desenvolvimento intelectual e bem-estar.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui