Parceiros
Mundo

Kuleba acusa França e Alemanha pela guerra na Ucrânia

Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano aponta dedo a França e a Alemanha pelo facto da Ucrânia não ter entrado na NATO em 2008.

- publicidade -

No final do encontro da NATO, Dmytro Kuleba, ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, apontou o dedo à França e Alemanha pelo facto de esses dois países terem vetado a entrada da Ucrânia na NATO.

Kuleba lembrou que em 2008 o seu país tinha tudo preparado para ser membro da NATO e que França e Alemanha vetaram a adesão, o MNE ucraniano salientou ser “um erro estratégico” e que agora o seu país está a sofrer sozinho a uma guerra sem fim.

Não é a França ou a Alemanha que estão a pagar por esse erro, é a Ucrânia”, disse.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário