Juventude Popular de Sines questiona autarquia sobre

A Juventude Popular de Sines questionou a Câmara Municipal sobre o acesso à internet e materiais TIC dos alunos durante o período de excepção provocado pela pandemia do covid-19.

publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A Juventude Popular de Sines questionou a Câmara Municipal sobre o acesso à internet e materiais TIC dos alunos durante o período de excepção provocado pela pandemia do covid-19.

Segundo um comunicado, a Juventude Popular de Sines considera que «as autarquias podem ter um papel crucial na estabilização da vida escolar dos alunos do concelho, ajudando as famílias em que se inserem.

Sabendo que o Governo estabeleceu uma estratégia para os 11.º e 12.º anos do ensino secundário retomando assim as atividades lectivas, a estratégia montada revelou as desigualdades sociais entre os alunos.

Quanto aos fatores domésticos o campo de atuação das autarquias é limitado porém no acesso à internet e materiais TIC, a Juventude Popular de Sines considera que as autarquias podem ter um papel crucial na estabilização da vida escolar dos alunos do concelho, ajudando as famílias em que se inserem.

Deste modo colocamos as seguintes questões:

– Qual o número de alunos do município que não tem acesso a um computador ou equipamento equiparável (tablet, smartphone…)?

– Qual o número de alunos que não têm acesso à internet ou cuja localização de residência não lhes confere uma ligação estável?

– O Município delineou alguma estratégia para fazer face a este problema? Se sim, qual?

– Pondera o Município, oferecer as licenças de utilização para incentivar ouso de material escolar digital?»

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome