DistritoJustiçaSantarém
Em Destaque

Juiz revê medida de coação ao homem que agrediu o presidente da Câmara de Abrantes

Ex-empresário aguarda julgamento em casa.

- publicidade -

O ex-empresário da construção civil, Jorge Ferreira Dias, foi preso preventivamente depois de agredir e ameaçar o presidente e o executivo da Câmara da Abrantes. O homem foi identificado pelas autoridades e presente a juiz que decretou a prisão preventiva do mesmo.

Jorge Dias saiu da prisão e ficou a aguardar julgamento em casa com vigilância electrónica. A história do ex-empresário de construção civil é de longa data, existindo um litígio com o município de Abrantes. Cansado de esperar e de ter perdido uma fortuna, o homem interrompeu a reunião do executivo e segundo o presidente da câmara Manuel Valamatos o homem terá agredido com um cajado.

tarot terapêutico

A versão do arguido é outra e ao jornal Mirante, Jorge Dias, diz que está a ser alvo de uma injustiça, negando ter agredido, ou mesmo tentar agredir com o pau o presidente. Em declarações ao jornal diz “É preciso apurar a verdade, o agredido fui eu. Vieram todos para cima de mim, levei no mínimo 10 pontapés“.

Na cadeia o antigo empresário diz que serviu para escrever um livro de 150 páginas, sobre tudo o que se estava a passar, no passado dia 14 de janeiro, o homem chegou a casa e abraçou a mulher, o filho e o neto.

Jorge Ferreira Dias, de 64 anos, diz que a Câmara Municipal lhe arruinou o negócio e a vida, tudo por causa da titularidade de uma parcela de terreno. O processo foi interposto no Tribunal Administrativo de Leiria que viria a absolver a Câmara de Abrantes no processo. O homem recorreu para o Supremo Tribunal de Justiça e aguarda uma decisão, promete não se calar enquanto não houver justiça.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui